• exlibrisbrasil2020

Ex-libris de Alfredo Galvão

Atualizado: 27 de set. de 2020

O Ex-libris do artista e ex-diretor do Museu Nacional de Belas Artes, Alfredo Galvão, é inspirado na obra original “Aurora” de autoria de Michelangelo, que é parte integrante do monumento funerário de Lourenço e Giuliano de Médici, “Alegorias do Tempo” (Crepúsculo, Dia, Aurora e Noite) na Basílica de São Lourenço em Florença, Itália.

No acervo do MNBA há um esboço em gesso de autoria desconhecida em menor tamanho da “Aurora”. Esse raro ex-libris encontra-se no livro Dizionario Biográfico Universale, de autoria de G. Garollo, em dois volumes, datado de 1907 no acervo de obras raras da Biblioteca do MNBA.


Alfredo Galvão (1900: Rio de Janeiro, RJ – 1987: Idem). É pintor, professor e pesquisador.

Artista de formação acadêmica, pintou naturezas-mortas, paisagens e figuras. Foi diretor da Escola Nacional de Belas Artes entre 1955 a 1957. Desenvolveu amplo trabalho de reorganização administrativa e restauração de acervos.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo