top of page
  • exlibrisbrasil2020

Niterói tem a primeira mostra de ex-líbris na cidade

Atualizado: 1 de set. de 2023

Por Mary Komatsu*


No dia (28/08) aconteceu a inauguração da exposição “Niterói e os ex-líbris” no Centro de Memória Fluminense (CEMEF) localizada na Biblioteca Central do Gragoatá – UFF em Niterói.

Nem a chuva e nem o frio desanimaram o público de prestigiar esse grande acontecimento.


Foi uma noite incrível! Na abertura contou com a apresentação dos curadores Mary Komatsu (Caçadora de Ex-líbris), Luiz Felipe Stelling (Pesquisador e Colecionador de Ex-líbris) e Thalles Siciliano que prestaram os agradecimentos aos presentes e aos que colaboraram para a realização da exposição entre eles: ao Centro de Memória Fluminense (CEMEF) especialmente aos bibliotecários: José Antonio Rodrigues Viana, Antonio Carlos Marones de Gusmão e Luiz Antônio Lopes David pela cessão do espaço expositivo e contribuição com exemplares contendo ex-líbris do acervo do CEMEF; ao Pesquisador e colecionador Luiz Felipe Stelling que colaborou com suas inestimáveis pesquisas e preciosos ex-líbris de sua coleção; ao LACORD (UFF) na pessoa do bibliotecário Thalles Siciliano pelo seu apoio na pesquisa, seleção dos ex-líbris, na organização e montagem da exposição; à REDARTE/RJ, especialmente a sua Presidente, Leandra de Oliveira pelo patrocínio do coquetel de inauguração; à Biblioteca Central do Gragoatá (UFF) na pessoa da bibliotecária Angela Albuquerque de Insfrán pelo apoio incondicional; ao Professor Emílio Maciel Eigenheer que contribuiu com diversos livros com ex-líbris; ao Grupo Ex-líbris Brasil (GELB) nas pessoas André de Miranda, Alissa Esperon Vian, Eliana Ambrósio, Gerson Witte, Marcelo Calheiros, Patrícia Pedrosa, Raphael Greenhalgh e Rodrigo Piquet que enriqueceram enviando seus ex-líbris pessoais; ao Marco Lucchesi (Presidente da Biblioteca Nacional/RJ) pelo envio dos seus ex-líbris pessoas para a mostra; e ao Natalino Shinkado (esposo de Mary Komatsu - Caçadora de Ex-líbris) por todo o suporte operacional.



A exposição foi idealizada em homenagem a cidade de Niterói e aos niteroienses e àqueles que se encantaram pela cidade como o artista e crítico de arte Quirino Campofiorito e sua esposa, Hilda Campofiorito. Também tem o propósito de divulgar os ex-líbris, essa arte em miniatura e uma marca de propriedade de livros e bibliotecas. Luiz Felipe ressaltou que todos poderão conhecer a arte e as técnicas utilizadas na criação dos ex-líbris, apreciando os diversos artistas, épocas e continentes. Contou também sobre a criação de diversas associações ex-líbristas pelo mundo e no Brasil, dando ênfase para o recém criado Grupo Ex-líbris Brasil – GELB. Destacou o ex-líbris do Barão do Rio Branco, primeiro colecionador de ex-líbris no Brasil, que figura a imagem da Pedra de Itapuca, que é o símbolo da cidade de Niterói.



Na ocasião estiveram presentes familiares, amigos e convidados e presença ilustres como: Debora do Nascimento (Superintendente de Documentação – SDC da UFF), Leandra de Oliveira (Presidente da REDARTE/RJ), Adriana Bandeira Cordeiro (Museu Histórico Nacional) e Mônica Carneiro Alves (Biblioteca Nacional).



Durante a mostra aconteceu simultaneamente o lançamento do catálogo virtual que está disponível no site da Caçadora de Ex-líbris através deste LINK.


Quem quiser conferir de perto, a mostra ficará em cartaz até o dia 12 de janeiro de 2024 com entrada franca.


Exposição Niterói e os Ex-líbris

De segunda a sexta-feira das 8h às 20h

Centro de Memória Fluminense - CEMEF

Biblioteca Central do Gragoatá – UFF

End. Rua Prof. Marcos Waldemar de Freitas Reis, s/nº São Domingos – Niterói – RJ



*Mary Komatsu - Bibliotecária e administradora do canal Caçadora de Ex-líbris.

183 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page