top of page
  • exlibrisbrasil2020

As mulheres e seus ex-líbris: Viscondessa de Cavalcanti


Por Mary Komatsu*


Mês de março é o mês dedicado às mulheres e a Biblioteconomia. Então para homenagear este mês, vou trazer mulheres brasileiras que se destacaram, e que tiveram suas coleções particulares e também seus ex-líbris.


Hoje vamos conhecer a Viscondessa de Cavalcanti!


Viscondessa de Cavalcanti. Acervo: Fundação Museu Mariano Procópio.

Amélia Machado Cavalcanti de Albuquerque, conhecida como Viscondessa de Cavalcanti (1853-1946) era casada com o Visconde de Cavalcanti. E por sua beleza e exuberância era considerada uma das mais notáveis damas da corte no segundo reinado.


A sua Biblioteca particular foi doada em 1939 para o Museu Mariano Procópio em Juiz de Fora, MG, no total de 692 obras. Ela era prima de Alfredo Ferreira Lage fundador da instituição. Deste montante apenas 42 livros recebeu o seu ex-líbris dela.


Segundo o historiador Sergio Vicente do Museu Mariano Procópio, ele cita sobre os dois ex-líbris da Viscondessa em que aparece as duas coroas em posição diferentes.


Ele fez uma pesquisa e comparou os exemplares que tem a coroa em cima com os ex-líbris que tem a coroa embaixo e constatou que os ex-libris com a coroa embaixo são de publicações posteriores a morte do marido dela, que faleceu em 1899. Ele acredita que esses ex-líbris seja associada ao falecimento do marido.



Ex-líbris de Amélia Machado Cavalcanti de Albuquerque. Versão 1. Dimensão: 8,6 X 6,4 cm. Acervo: Fundação Museu Mariano Procópio.

Tem o retrato dela de perfil, com a coroa referência a nobreza, a presença de ramos de oliveira, significa sabedoria, vitória e paz.


Ex-líbris de Amélia Machado Cavalcanti de Albuquerque. Versão 2. Dimensão: 9 X 6,2 cm. Acervo: Fundação Museu Mariano Procópio.


Na segunda versão tem a presença de uma flor de lis símbolo de poder, soberania, honra e lealdade. Era conhecida como uma mulher gentil e estimada por todos.


Confira mais informações sobre a Viscondessa e seu ex-líbris na entrevista com a historiadora Priscila da Costa Pinheiro na live da Caçadora de Ex-líbris:




REFERÊNCIAS


MIRANDA, Camila Santos. Ex libris: uma perspectiva histórica e contemporânea. Bacharelado em Biblioteconomia. Brasília, Universidade de Brasília, 2009.


PINHEIRO, Priscila da Costa; VICENTE, Sérgio Augusto. Obras com ex libris na Biblioteca do Museu Mariano Procópio (catálogo interno). Fundação Museu Mariano Procópio, Juiz de Fora (MG), 2015.


PINHEIRO, Priscila da Costa; VICENTE, Sérgio Augusto. “Uma marca de propriedade”: os ex libris no Museu Mariano Procópio (Juiz de Fora – MG). Jornal Aldrava Cultural, 2019.


*Mary Komatsu - Bibliotecária e administradora do canal Caçadora de Ex-líbris.

309 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page